Diário,  Organização

Como começou minha paixão por organização

Para começar essa série de postagens sobre organização aqui no blog resolvi trazer a história por trás dessa paixão.

Para começar nem sempre fui organizada e ainda penso que tenho muito a melhorar com o meu processo de organização. Acredito serem poucas as pessoas que nascem já sendo organizadas, as pessoas se tornam organizadas por querem uma vida melhor. Também foi assim comigo, eu lembro de quando criança o quarto que eu dividia com meu irmão era um caos, além disso, sempre fui muito distraída e em consequência esquecida. Quando fui ficando mais velha isso começou a interferir cada vez mais na minha vida, minha mãe sempre incentiva e tentava ajudar a me organizar. Como já era apaixonada por itens de papelaria sempre tive diversas agendas, mas acabavam ficando esquecidas ao longo do ano.

Por volta da minha adolescência comecei a me interessar de verdade em me organizar, sentia precisar mudar aquilo na minha vida. Foi quando li meu primeiro livro de organização na vida, “Organize-se” da Donna Smallin. Lembro muito bem dele, por ter uma capa colorida e chamativa. A partir desse livro, um mundo novo se abriu para mim, eu precisava saber mais técnicas outros jeitos de organizar a casa e minha vida. Como estava com sede de conhecimento, recorri à internet para mais dicas, porque queria que tudo ficasse mais fácil e mais perfeito. Foi mais ou menos nessa mesma época que eu conheci o blog Vida Organizada e não muito tempo depois o Organize Sem Frescuras. Até hoje esses dois blogs e suas respectivas donas são minhas maiores inspirações de organização e fonte de estudos.

Fui sempre estudando e testando diferentes métodos, e mantendo o que realmente funcionava. Quanto mais eu estudava sobre o assunto, mais eu me apaixonava e queria alcançar uma perfeição, porque eu nunca pensava ser organizada o suficiente. Até que eu percebi que eu nunca alcançaria essa perfeição, nem mesmo as minhas principais inspirações diziam isso e eu continuava tentando alcançar porque acreditava nunca ser organizada o suficiente.

Foi quando uma pequena chave “virou”…

… em minha cabeça e percebi que sim, já sou uma pessoa organizada, e que a organização é um processo que está sempre acontecendo e evoluindo. Quando foi que isso aconteceu? Quando eu ficava tão agoniada e estressada por querer ser organizada, que acabei deixando de gostar de me organizar e deixei tudo desandar. Minha vida voltou a quase virar o caos que era lá no início. Eu digo quase, porque por mais que eu estivesse cansada de tentar me organizar, eu já criei alguns hábitos de organização que já estavam implementados em minha rotina, como sempre anotar as minhas tarefas em uma lista ou ter uma agenda com compromissos. Outro problema que analisei e que faltou em todo meu processo de organização até agora é a constância de manter as cosias organizadas e a revisão das minhas tarefas, metas e projetos.

Todo esse processo aconteceu recentemente e juntou com a recente mudança de vida que tive. Assim estou novamente voltando colocar tudo nos eixos, sentido a paixão por organização voltar cada vez mais e querendo aprender mais sobre o assunto e até trabalhar com ele. Com isso, resolvi trazer essas postagens de organização novamente para o blog e criar um Instagram só sobre isso para poder compartilhar esse novo recomeço no processo de me organizar. Focando principalmente em manter as coisas organizadas e fazer as revisões periódicas do sistema. Um passo de cada vez, já que toda essa bagunça não foi gerada em um único dia.

Bjs e abraços,

Ana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.