Meus textos

Minha experiência de faculdade (ou parte dela)

Olá, galera, tudo bom?

♥Penúltima postagem que vai ser repostada♥

Estive sumida no mês de janeiro, acabei ficando sem internet e logo depois sem tempo para escrever. Contudo, esse mês vou voltar com tudo e muito mais postagens para vocês. Para começar o mês resolvi falar um pouco sobre faculdade. Estamos em uma época que muitos estão entrando nessa nova fase da vida, e como faz um ano que sai de lá resolvi falar um pouco da minha experiência tanto, para as pessoas que estão entrando agora como, para matar um pouco da saudade (não dá para acreditar, mas sim, sinto saudade).
Fiz quatro anos de faculdade, me formei em Ecologia e Análise Ambiental pela UFG (Universidade Federal de Goiás). Eu entrei pelo SISU, mas saibam de duas coisas: primeiramente esse não era o curso que eu queria, era minha segunda opção; e segundo, eu não entrei na primeira chamada, mas sim nas vagas remanescentes. Não tenho nenhuma vergonha ou problema em dizer essas coisas, mas vamos por parte. Eu não tinha ideia exatamente o que eu queria fazer, só que era algo na área ambiental, por algum motivo inexplicável eu me apaixonei pelos trabalhos do IBAMA e ICMBio, então quando saiu a nota do ENEM fui tentando qualquer curso nessa área, principalmente em ciências ambientais e engenharia florestal. Não tive nota suficiente para nenhum curso, mas não desanimei, voltei para o cursinho. Um mês de cursinho resolvi entrar no site da UFG e vi que tinham sobrado vagas para alguns cursos era só se inscrever, e destino ou não, tinha vaga para Ecologia e Análise Ambiental, e fui com tudo. Consegui a vaga, e um dia depois já estava fazendo matricula e assistindo aula.
Foi tenso mudar de cidade, chegar na metade do semestre em um curso que eu nem tinha ideia do que realmente estudava. Me matei de estudar para acompanhar os outros alunos e me acostumar à uma nova vida. Mesmo com as dificuldades não desisti do curso e mesmo não tendo entrado nas primeiras chamadas ou entrado em um curso que não era exatamente o que eu queria na época não me arrependo. Porque, depois que você está dentro a sua nota do ENEM não te diferencia de ninguém e sim o seu esforço e dedicação. Em relação ao curso, acabei me apaixonando por ele e não quis mudar de jeito nenhum, risos.

Foram quatro anos de muito aprendizado, choro e esforço, mas no fim tudo compensou. Para quem está entrando agora algumas dicas: fiquem calmos; não acreditem sempre em seus veteranos, risos (eles adoram inventar e exagerar um pouco); se for o curso que realmente querem não desistam, mesmo que digam que não vão conseguir, continue persistindo e se dedicando; se não for o curso que deseja, mude, tem várias maneiras diferentes de mudar de curso; e se divirtam, mas não deixem acumular matérias, quanto mais rápido passar nelas mais perto da formatura você está, mas também é sempre bom ter um tempo para relaxar.
Esse foi um pouco da minha experiência, vou tentar trazer um pouco mais sobre essa época da minha vida, mas também dessa nova fase, “concurseira”, que não está nada fácil também.
Beijos e abraços,
Ana

 

Estudante de concurso, formada em ecologia e que sempre vive no mundo dos livros

Deixe uma resposta