Livros

Resenha de Paixões Gregas: Amor sem fronteiras

Olá, galera tudo bom?

Hoje temos mais uma parte da história da família Stefanos, falarei um pouco sobre o livro: “Amor sem fronteiras”, 8º da série Paixões Gregas. Se ainda não leu as resenhas anteriores, clique aqui e confira.

Sinopse:

Ryan Stefanos, é um jovem médico que aprendeu com os pais o valor da vida e o altruísmo. Humanista e determinado, viaja para África como médico sem fronteiras. Em meio a dor e a pobreza que o cerca, encontra mais do que esperava. 
Aysha é uma jovem inteligente, formada em medicina obstetrícia e sozinha, decide viajar a África como médica em busca de quem sabe, um reencontro com suas raízes. A África lhe oferece mais do que a comunhão com sua cultura ancestral, ela se vê envolvida com a dor e o medo. O Sudão do Sul está em guerra civil, ela está sozinha e não pode partir, não mais, não sem seu pequeno Daren. Nunca sem ele. 
Aysha está no limite quando Ryan surge como um salvador. O amor não era parte dos planos de nenhum dos dois. Ryan e Aysha vão ter que lutar por muito mais que o direito de viver o amor. Dois jovens dispostos a enfrentar tudo e viver um amor sem fronteiras. 

Resenha:

Ryan é o único filho biológico de Anne e Nick, porém, isso nunca fez muita diferença para ele, já que teve muito amor de seus irmãos e deu muito amor a sua irmã mais nova. Além disso sempre esteve acompanhando de sua prima “gêmea” Giovana, tentando colocar um pouco de juízo na cabeça dela. Ryan foi criado para sempre ajudar ao próximo,com isso ele sente a necessidade de entrar no Médicos sem Fronteiras. Não entendia bem o porque mais algo no seu interior o puxava para ir ajudar no Sudão do Sul, onde uma guerra estava cada dia mais perto de explodir. Ryan se achava preparado para esse trabalho, mas não imaginava que não encontraria apenas dor e sofrimento, mas também os amores da sua vida, Aysha e Daren.

Aysha é uma jovem médica que conseguiu entrar na faculdade aos quinze anos e se formou como obstetra. Além da sua pouca idade ela ainda tem que enfrentar preconceitos pela sua cor e sua origem. Até mesmo o seu namorado esconde o namoro deles de todos do hospital. Cansada de tudo isso ela resolve seguir um impulso e se inscrever para os médicos sem fronteiras. Ela sabia que não seria algo fácil, mas o que aguardava ela na África era fazer o impossível para salvar a vida de bebês e mulheres gravidas ou dar um pouco mais de vida para eles. Aysha foi atrás de se encontrar na África, porém o que ela ganhou foi um filho (Daren) e passou por coisas muito ruins para cuidar dele. E quando menos esperava, ainda encontrou o amor de um homem.

Ryan e Aysha juntos vão enfrentar toda a lei e obstáculos para cuidarem e proteger Daren. O que eles não estavam esperando era encontrar um pouco de amor e esperança no meio de tanta destruição. Juntos eles vão ter que descobrir o amor de homem e mulher, o amor de pais e filhos e vão ter que superar tudo que passaram na África para finalmente terem o seu final feliz, ou melhor, começarem uma nova etapa de sua vida.

Acho que essa foi uma das maiores resenhas que eu fiz dessa série, rs. Acho que é um dos livros com a história mais forte. Mostra um pouco de como muitas pessoas vivem em lugares de guerra e pobreza extrema. Eu amei ver a evolução de cada personagem, e obvio matar um pouco da saudade dos outros personagens. Nesse livro mostra bem como a guerra e a dor podem mudar as pessoas, e além disso mostra mais uma vez como mãe nem sempre é que dá à luz, mas sim quem cria e tem esse amor para dar a uma criança.

O que vocês acharam? Já leram esse livro? Deixem um comentário e sigam as redes sociais do blog. 

Bjs e Abraços,Ana

Estudante de concurso, formada em ecologia e que sempre vive no mundo dos livros

2 Comments

  1. O que me chamou atenção mesmo pra história foi a capa, o fato da Zendaya estar na capa eu fiquei bem animada tipo MEU DEUSSSSS A PROTAGONISTA É NEGRA!!! É bem difícil conseguir encontrar histórias bem escritas sobre a mulher negra, sem aqueles esteriótipos que diminui quem nós somos. E caramba quando eu comecei a ler eu fiquei apaixonada pela escrita da Mônica e como ela descrevia tudo, todos os momentos deles e eles não se envolveram rapidamente e a gente tem tempo pra conhecer a Aysha antes da ida dela pra África e o Ryan também e eles evoluem tanto juntos e o amor deles que vem nascendo e também o amor que ambos sentem pelo Daren é de emocionar.

    1. Pois é, a Mônica se preocupa com cada detalhe das histórias, a gente sente que faz parte do que está acontecendo. Esse foi um dos livros que mais me emocionou.
      Obrigada pelo comentário.
      Bjs e até a próxima postagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *