Livros

Resenha: Família De Marttino: Herança de Amor

Olá, querido leitor e querida leitora, tudo bem?

Finalmente e, ao mesmo tempo, infelizmente chega ao fim a série da Família De Marttino, Herança de Amor encerra as histórias da segunda geração da família. Como os últimos livros, este também traz duas histórias de Pietro e Vincenzo, os dois filhos de Gabriella e Vittorio.

A primeira parte da história começa com o jovem Pietro, os seus galanteios e elogios da infância ainda fazem parte de sua vida, sempre interessado em divertir alguma das garotas De Marttino. Porém, não tinha nenhum plano para o amor, apenas focar no trabalho e ser o sucessor de seu pai nos vinhedos. Tudo muda quando conhece a doce Carolina que não aceita muito bem seus elogios e nem sequer acredita ser bonita. Carolina sabe que nunca vai conseguir atingir o alto padrão de beleza que sua mãe impõe e com isso se esconde de tudo e todos.  Até conhecer Pietro que fará de tudo para ajudá-la a ver o quanto é especial e vai mais do que tudo, lutar pelo amor que surge com o passar do tempo.  

Em seguida temos a história de Vincenzo diferente de sua irmã mais velha, Bella, e seu irmão mais novo, Pietro, não quis trabalhar com a produção de vinho e sim se tornar um juiz. Retornando recentemente a vida depois de anos de estudo ele assume o trabalho de juiz na pequena cidade. Determinado a fazer justiça e, ao mesmo tempo, ficar perto de sua família, ele está focado na sua carreira até que reencontra Nina, uma jovem que mexeu com sua cabeça em um único encontro. Nina resolve se mudar e recomeçar sua vida em uma pequena cidade, na sua despedida para vida nova ela é convencida a ir a uma festa onde tem uma noite inesquecível ao lado de Vincenzo. Para sua surpresa ela acaba o encontrando alguns meses depois, porém sua vida está de cabeça para baixo e agora ela não é mais uma mulher sozinha, precisa criar e lutar por seu sobrinho, Gabriel. Vincenzo agora precisa decidir se deve seguir com sua ética ou se envolver nessa vida a três com Nina.

Temos duas histórias diferentes, mas tão lindas e emocionantes. Com Carolina e Pietro temos um amor doce e divertido que nasce de uma amizade. Pietro e toda sua família dão tanto apoio a Carolina que ela finalmente consegue se enxergar de outra forma. Já com Vincenzo, Nina e o pequeno Gabriel, temos não apenas um amor de um homem e uma mulher, mas o de uma família que se forma aos poucos. Acabamos vendo a história de Vittorio e Bella sendo recontada, contudo dessa vez Vincenzo e Gabriel, mesmo sendo uma história diferente tem tantas semelhanças. Essas duas histórias encerraram lindamente a série e, ao mesmo tempo, deixam com aquele gostinho de quero mais. Porém, toda história tem que chegar ao fim, até porque imagina como seria difícil ler que a doce vovó Pietra morreu? É melhor deixar que eles vivam eternamente em nossas mentes e nas páginas, e quando bate a saudade é só começar a ler tudo de novo. Só de escrever essa resenha já me dá uma saudade louca de ler e reler todos. Essa foi uma das séries mais longas que já li e amei cada página. 

E você, querido leitor e querida leitora, conhece a família De Marttino? Qual foi a série mais longa que já leu?

Bjs e abraços,

Ana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.