Livros

Resenha: Paixões Gregas: Um amor como vingança


Autora:
Mônica Cristina
Páginas: 464
Editora: Independente
Compre Aqui: Amazon
Sinopse:
Leon Stefanos e seus irmãos carregaram marcas de um ano difícil, agora estão em busca de novos direitos e buscam a vingança contra seu grande inimigo. O homem que destruiu suas vidas ainda na infância.
Leon está disposto a ir além dos seus limites, uma vingança não é apenas contra o seu inimigo, mas toda a sua família, será que será uma conquista? Melissa Kalimontes pode convencer Leon o esquecer o peso do seu sobrenome?
Será que um amor pode superar uma sede de vingança?

Resenha:
Esse é o primeiro livro da série paixões gregas e começa a contar a história dos quatro irmãos Stefanos, e sua longa trajetória para crescer na vida. Leon, Heitor, Ulisses e Nicholas, foram abandonados pela mãe e expulsos do único lugar que conhecia como lar, Kirus, uma ilha grega. Quando eram apenas crianças esses quatro irmãos e seu pai tiveram que se mudar para Nova York e recomeçar uma nova vida. Anos se passaram e juntos construíram um império, mas não se esqueceram de tudo que passaram e querem vingança contra o homem que foi responsável pela expulsão deles e por acabar com suas vidas, Quiron Kalimontes.
Leon, o mais velho dos irmãos é o que mais quer vingança e está disposto a fazer de tudo para isso. Voltando para ilha, Leon acha uma maneira perfeita de fazer Quiron sofrer a mesma dor que ele e seus irmãos sofreram. Isso inclui tirar a filha de Quiron de seu lar e usa-la como vingança. O que ele não contava é que essa filha, Melissa, não era exatamente quem ele pensava que era. Ela não foi criada como uma princesinha mimada, e muito menos criada com amor do seu pai, uma perfeita Cinderela. Ambos sofreram pelas mãos de Quiron, e essa vingança vai os unir e curar muitas feridas.
No decorrer do livro você descobre um pouco mais sobre o que os irmãos passaram e o quanto Melissa também sofreu.

É difícil não se apaixonar por esses irmãos, todos têm seus traumas, mas se matem unidos e fortes e como a Lissa mesmo diz, se sentar na mesa com eles é como sentar no Olimpo, risos. Esses irmãos começam a descobrir que se vingar, ter poder e dinheiro não é tudo na vida, e que por mais que digam: “Os Stefanos não se casam”, isso pode começar a mudar.
A autor Monica Cristina me cativou, me viciou e fez me apaixonar completamente por essa família, e recomendo para todos fanáticos de romance, a cada livro traz uma história forte e de grandes superações, estou ansiosa para contar um pouco mais sobre os outros livros.
E vocês já conhecem e já se consideram dessa família??
Beijos e abraços,
Ana

Estudante de concurso, formada em ecologia e que sempre vive no mundo dos livros

Deixe uma resposta