Livros

Resenha: Um conto de Paixões Gregas: Para sempre amor

Olá, galera, tudo bom?
Para finalizar (infelizmente) a história de família Stefanos, trouxe o conto que a Mônica Cristina fez para podermos matar um pouco da saudade deles e saber como a última, da segunda geração, da Stefanos encontrou o amor.

Sinopse

Bárbara Stefanos foi adotada ainda bebê pela rica e amorosa família Stefanos, criada com amor e muitos cuidados, cresce uma jovem inteligente, alegre e cheia de sonhos. Tem Samuel como seu melhor amigo, assim como Nick é o melhor amigo de Simon, pai de Sam. Essa relação de proximidade os torna íntimos, a amizade infantil vai se transformando ao longo dos anos,

Sam e Bárbara vão descobrir juntos as belezas e a dores de um primeiro amor. Um amor que nasce de uma amizade e que tem chances de ser para sempre amor. Uma visita a família Stefanos e seu jeito único de amar.

Resenha

Nessa história além de conhecermos um pouco mais da elétrica Bárbara e um pouco do doce Sam. Eles estão na adolescência e juntos começam a descobrir uma nova fase da vida, e não apenas os hormônios, mas também a transformação de uma amizade de infância em amor. Eles passam pelo medo de estragar a amizade, pela insegurança de seus pais não aceitarem e ainda pelos problemas da adolescência (muito drama, como todas as histórias de amor dos Stefanos). Juntamente com todas essas dificuldades eles ainda vão ter que lidar com a distância que vai ser imposta a eles.
A história é pequena, tem aproximadamente 165 páginas, então fico com medo de contar demais e acabar estragando a história. O livro tem uma dinâmica mais rápida que os outros, mas não menos empolgante ou gostosa de ler. Como nos outros livros da sequência ele traz um pouco dos outros personagens, assim ficamos sabendo como eles estão e o que aconteceu desde o fim do livro do Dany e Alina até essa parte da história.
E com isso finalizo a história dos Stefanos, mas não com os livros da Monica Cristina, tem muito mais para contar.
Bjs e abraços,
Ana

Estudante de concurso, formada em ecologia e que sempre vive no mundo dos livros

Deixe uma resposta